dezembro 29, 2004

O pesadelo asiático que também é nosso

Hoje:

70000 mortos confirmados
30000 desaparecidos
1 milhão de desalojados
50 epidemias em risco de despontarem


Cruz Vermelha Portuguesa

CVP APOIO ÀS VÍTIMAS DO ABALO SÍSMICO E DO TSUNAMI
BANCO BPI
NIB 0010 0000 137 222 70009 70
Conta nº: 1-1372227000009




dezembro 23, 2004

Hoje também estou aqui.



Um Santo e Feliz Natal para toda a Blogosfera.





_____________________________________________


Natal, e não Dezembro


Entremos, apressados, friorentos,
numa gruta, no bojo de um navio,
num presépio, num prédio, num presídio
no prédio que amanhã for demolido...
Entremos, inseguros, mas entremos.
Entremos e depressa, em qualquer sítio,
porque esta noite chama-se Dezembro,
porque sofremos, porque temos frio.

Entremos, dois a dois: somos duzentos,
duzentos mil, doze milhões de nada.
Procuremos o rastro de uma casa,
a cave, a gruta, o sulco de uma nave...
Entremos, despojados, mas entremos.
De mãos dadas talvez o fogo nasça,
talvez seja Natal e não Dezembro,
talvez universal a consoada.



David Mourão-Ferreira

dezembro 22, 2004

Dia de luto em Tomar


Fiquei totalmente consternada quando li hoje no Templário a notícia que não queria ler.
Já há uns tempos que sabia que tal poderia suceder um dia. Aliás, até já tinha trocado algumas impressões com o Hugo sobre o assunto. No entanto, quando hoje li o artigo não queria acreditar.

O Cine-Esplanada, um ícone da minha cidade natal, foi demolido.

Para quem não sabe o Cine-Esplanada foi um cinema ao ar livre, provavelmente dos únicos do país. Estava implantado numa zona de jardins e também isso lhe dava uma atmosfera única, impossível de transmitir por palavras.
Durante a minha adolescência, nos Verões quentes de férias grandes, várias vezes assisti a sessões de cinema naquele local. Era um misto de fantasia, alegria e companheirismo.
Ver filmes a preto e branco e de vez em quando desviar os olhos até ao outro grande ecrã, o céu estrelado, é uma experiência rara, que poucos apenas tiveram o privilégio de experimentar.
Eu sabia que o projecto Pólis previa a demolição do Cine-Esplanada, e mea culpa também se tal, realmente, acabou por suceder.

Os tomarenses com quem falei sobre o assunto, também não acreditavam que tal viesse a acontecer, mas a verdade é que ao contrário de tantos projectos que ficam pelas gavetas da administração, este concretizou-se.

Naquele local de culto, que marcou toda uma geração, será construída uma “praça formalizada com iluminação no nível do pavimento”.
Mas quem é que precisa de praças realizadas segundo as formalidades com iluminação no nível do pavimento? Nós queremos é sítios únicos, autênticos, que nos liguem à nossa terra, que nos relembrem o passado, tempos gloriosos de raras preocupações.

Relembro aqui o que disse ao Hugo quando falámos sobre o assunto:

O Cine-Esplanada recorda-me filmes de Felinni, verões quentes, namoros jovens.

E isso, nenhuma praça pode substituir.



A imagem da desgraça no Templário


dezembro 21, 2004

dezembro 20, 2004

Estou a pensar ir para Astróloga, a única profissão que nos permite andar em cima de elefantes no circo!


dezembro 18, 2004


MÉRIDA



Praça de Espanha



Pormenor



Templo de Diana



Coluna Jónica



Teatro Romano



Mosaico (pormenor)



Arco de Trajano

dezembro 17, 2004

Marvão


São mais novidades no Fotopages do Alinhavos. (link na foto)



Alinhavos no Fotopages

Castelo de Ourém



Alinhavos no Fotopages

dezembro 14, 2004

Teoria da conspiração, contraditório e contradições (sem qualquer lógica aparente)


Portugal não ganhou o Europeu

  • Durão só pensou na sua carreira e carteira
  • Presidente não quis dar Governo a Ferro Rodrigues
  • Durão quis acabar com carreira de Santana
  • Presidente esperou por Sócrates
  • Presidente quis que coligação batesse fundo
  • Bancos quiseram Santana
  • Bancos denegriram Santana
  • Portas fala de coligação
  • Portas já não fala de coligação
  • Portas eventualmente falará de coligação
  • E porque é que não é Santana que fala de coligação?
  • Santana demite-se
  • Santana demitiu-se para evitar mais nódoas
  • Durão não comenta
  • Bombardier renascido
  • Bombardier é propaganda
  • Guterres já previa lamaçal
  • Guterres fugiu com o rabo à seringa
  • Cavaco já não vai ser Presidente
  • Cavaco não gosta de Santana
  • Presidente é um caudilho
  • Etc, etc, etc
(Nota1: sem nenhuma lógica de calendarização)
(Nota2; aceitam-se upgrades)

Conclusão: Quem se lixa é o mexilhão!!!

dezembro 13, 2004

Sentiram??


Links e afins


Fui hoje dar uma volta ao Technorati ver como é que andava este blog de "linkadelas". Está bonzito, obrigado!

Quero agradecer ao Peter Pan X e ao Araponga os respectivos links e logo que me meta ali nos Templates retribuo ;).

Thanks!


dezembro 10, 2004

A ler...


... Algures Aqui, O carácter dos tristes e esquecidos.


Até eles sabem...


"Portugal has become a diversified and increasingly service-based economy since joining the European Community in 1986. Over the past decade, successive governments have privatized many state-controlled firms and liberalized key areas of the economy, including the financial and telecommunications sectors. The country qualified for the Economic and Monetary Union (EMU) in 1998 and began circulating the euro on 1 January 2002 along with 11 other EU member economies. Economic growth has been above the EU average for much of the past decade, but fell back in 2001-03. GDP per capita stands at 70% of that of the leading EU economies.
A poor educational system, in particular, has been an obstacle to greater productivity and growth.
Portugal has been increasingly overshadowed by lower-cost producers in Central Europe and Asia as a target for foreign direct investment. The coalition government faces tough choices in its attempts to boost Portugal's economic competitiveness and to keep the budget deficit within the 3% EU ceiling. "

In CIA (última actualização em 30 de Novembro de 2004)


...Na República Democrática do Congo, seis diferentes exércitos participam de uma guerra iniciada em 1998, que já produziu entre 3 e 5 milhões de mortos e mais de 2 milhões de deslocados.

República Democrática do Congo: A luta de uma mulher pela Justiça

Decidida a defender os seus direitos




Durante a noite um soldado irrompeu pela casa de Kavira Muraulu e violou-a. No dia seguinte ela foi apresentar uma queixa contra ele - o violador e os seus amigos voltaram a sua casa e espancaram-na. Sem se deixar intimidar, Kavira continuou a denunciar o sucedido. Eles perfuraram-lhe o estômago com uma baioneta.

Kavira é uma agricultora com cerca de 50 anos que vive perto de um campo militar em Mangangu, nas proximidades da cidade de Beni, província de Kivu Setentrional, no Este da República Democrática do Congo. Nesta zona, existe um conflito entre diferentes forças armadas há mais de cinco anos e muitas mulheres e raparigas foram violadas, mutiladas e mortas num cenário de completa impunidade.

O homem que violou Kavira no dia 16 de Maio de 2003 era um soldado do campo militar. Quando ela apresentou queixa ao comandante do campo, ele ordenou ao soldado que a indemnizasse em 3 dólares americanos, mas não fez nada quando a ordem foi ignorada. Kavira apresentou queixa ao governador distrital, que a confortou e lhe disse para voltar a casa, mas não tomou qualquer medida para garantir a sua segurança.

O violador e outros soldados apanharam-na enquanto ela trabalhava no campo, amarraram-na e espancaram-na, arrancando-lhe um dente e ferindo-lhe o maxilar. Apenas pararam quando uma outra mulher os ameaçou com uma arma. Kavira foi posteriormente levada ao gabinete do governador, onde este tentou sem sucesso convencê-la a retirar a queixa. Os soldados voltaram a atacá-la, desta vez perfurando-lhe o estômago com uma baioneta.

Apesar da constante pressão por parte das autoridades e de correr perigo de morte, Kavira está determinada a que se faça justiça e a obter uma indemnização.

Todas as forças envolvidas no conflito do Este da República Democrática do Congo têm utilizado as violações em massa e outras formas de violência sexual como forma de aterrorizar e de subjugar as comunidades civis. O gabinete da ONU para a Coordenação dos Assuntos Humanitários calcula que, entre Outubro de 2002 e Fevereiro de 2003, na província do Kivu Meridional, foram violadas cerca de 5000 mulheres, uma média de 40 por dia.

Em muitos casos, as vítimas de violação são também, deliberadamente, feridas ou mortas.

Milhares de mulheres e raparigas foram forçadas a tornarem-se escravas sexuais ou combatentes, devido ao facto de terem sido raptadas ou como consequência da extrema pobreza em que vivem. Ao trauma das vítimas soma-se o alto risco de poderem contrair HIV. O tratamento médico e psicológico de que necessitam é praticamente inexistente em todo o país.

Os homicídios, as violações e os crimes de violência sexual que estão a ser cometidos na República Democrática do Congo constituem crimes de guerra e crimes contra a Humanidade, no entanto, quase nenhum dos responsáveis respondeu perante a justiça.

In Amnistia Internacional

dezembro 06, 2004

Há esperança



Fonte: Jornal "A Bola"


É preciso por legendas ou vão lá pelas cores?


Pergunta do dia


Devemo-nos fiar num Orçamento elaborado por um Governo demitido por incompetência?



dezembro 03, 2004

Última Hora!!!!

Publicamos aqui, em primeira mão, o comunicado oficial de Jorge Nuno Pinto da Costa no que respeita à sua ausência do Tribunal de Gondomar durante a manhã.
(Reservamos o direito à não divulgação da fonte).



Caros Mouros

Pensavam que se livravam de mim assim tão facilmente?


novembro 29, 2004

Poema ao nosso PM



A Queda de Ícaro


Sonho que sou o Ministro eleito,
Aquele que diz tudo e tudo sabe,
Que tem a inspiração pura e perfeita,
Que reúne num acto a imensidade!

Sonho que uma decisão minha tem claridade
Para encher o mundo! E que deleita
Mesmo aqueles que pedem piedade!
Mesmo os de alma profunda e insatisfeita!

Sonho que sou Alguém cá neste mundo...
Aquele de saber vasto e profundo,
Aos pés de quem a Terra anda curvada!

E quando mais no céu eu vou sonhando,
E quando mais no alto ando voando,
Acordo do meu sonho... E não sou nada!...

adaptado de "Vaidade" de Florbela Espanca

novembro 25, 2004

Escandaleira!!!


Numa das visitas que faço, regularmente, ao Jumento descobri que tinha sido hoje inaugurado o novo Portal do Turismo. Segui o link e descobri na página principal uma sugestão que muito me agradou, a da minha cidade natal - Tomar.


No entanto, depois do agrado veio a surpresa e a indignação logo a seguir.


Primeiro a surpresa:

"A maior e mais preciosa obra do Renascimento (?!) em Portugal, o Convento de Cristo, encontra-se na cidade berço dos Templários, Tomar"

Link



Depois a indignação:

Deixei uma e depois mais outra sugestão/comentário com vista a corrigir o erro, e, espante-se, nenhuma delas pode ser vista online.

Pelos vistos os erros informáticos estão a alasttrar a todos os órgãos do Governo.
Alguém pare este virus!!!!

Começa hoje....

Começa hoje o julgamento mais mediático dos últimos tempos, não só pelos interlocutores que nele constam, mas também pelos crimes hediondos que engloba.
Crimes estes que põem em causa toda a consciência moral de uma sociedade, que põem em causa toda a cadeia de valores e sobretudo que põem em causa a suposta imunidade de personagens consagrados pelos audiovisuais, construídos através da máquina da celebridade, que lhes deu um nome, e que lhes abriu as portas para a venerabilidade, sem que fosse esta a abrir-lhas.
Que despejam lágrimas em prime time, para um País incrédulo e comovido pela “humildade”.
País ignorante, que sempre idolatrou e continuará a idolatrar aqueles que apenas conhece através da caixinha de ilusões chamada televisão. Caixinha de ilusões que tem servido não só para dar alimento “intelectual” aos que morrem de fome de letras por esse País fora, que é o centro das conversas quotidianas e que tem dado alimento também a políticos ainda mais iletrados do que o povo que governam.
O povo quer-se ignorante, já dizia o outro, embora por outras palavras, e é ignorante que continuará a ser conveniente que esteja, pois só assim a caixinha funcionará. A bel prazer dos poderosos, a bel prazer do Governo, os únicos que a podem manipular e com ela manipular os iletrados que somos.
Que venham mais vacas, cabras e porcos, que venham mais Cinhas, Santanetes e Metrossexuais. O povo iletrado é isso que quer. Quer circo, dêem-lhes circo. Alimentem-lhes os dias com futilidades e sobretudo desviem-lhes as atenções do que é realmente importante.

Terceiro Mundo, eis o que somos, não tenham ilusões!


Hoje, sobre o Processo Casa Pia:

Expresso
Público
Diário de Notícias
Correio da Manhã
Jornal de Notícias
Visão
A Capital

Porque não quero que fiquemos ignorantes!

Sinto-me triste




Em pleno século XXI, depois de termos conquistado a Lua, Marte, Saturno, continuamos a ter de ler notícias destas nos jornais.
A mulher continua a ser menos considerada do que a tecnologia, a estar num patamar de importância inferior ao dos resultados futebolísticos.

Felizmente nem todas vivem este inferno, mas uma que seja que o tenha de viver já é demais para ser suportável.

novembro 23, 2004

Ooooh.... :(



Hungria poderá proibir anedotas sobre loiras

"A Hungria poderá aprovar uma lei que proíbe as anedotas de loiras. No parlamento húngaro já deu entrada uma petição nesse sentido, entregue em mãos por um grupo de loiras que se manifestavam contra aquilo que consideram ser uma discriminação."
Veja mais no Diário Digital.

É que ainda por cima são as mais giras!!! As anedotas, claro!

P: Porque é que as loiras nao gostam de piadas de loiras?
R: Porque não conseguem entendê-las.


PS: Sem discriminação, claro...


Serviço Público


Há uns dias atrás deixei-vos aqui os links para algumas companhias de aviação de low fare.

Hoje, para que se sintam mais seguros, deixo-vos o link para uma base de dados deveras interessante.

O nome diz tudo:

Airdisaster

novembro 19, 2004

Academia Aberta do Turismo

Projecto integrado no MBA em Destinos Turísticos Academia Aberta arranca na Região de Turismo dos Templários.

O Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT) e a Associação Nacional das Regiões de Turismo (ANRET) promovem, no próximo sábado, dia 20 de Novembro, a primeira Academia Aberta do Turismo, que será dedicada à Região de Turismo dos Templários (Floresta Central e Albufeiras).

Trata-se de um projecto pioneiro em Portugal, de análise e de discussão dos temas associados ao desenvolvimento do turismo nacional (políticas e estratégias), sendo marcado essencialmente por duas grandes iniciativas: os "Encontros Nacionais" e os "Fóruns Online".

A primeira percorrerá o país, do Alto Minho ao Algarve, para análise e discussão de estudos de caso de cada uma das regiões de turismo nacionais, envolvendo personalidades de cada região, bem como os participantes no Master in Business Administration (MBA) em Destinos Turísticos; a segunda reunirá periodicamente, num fórum online, especialistas mundiais (em particular de países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) para análise das grandes tendências internacionais do turismo e seus impactos a nível nacional e local.

Estas iniciativas destinam-se à melhoria do conhecimento do sector do turismo, aplicado localmente a cada região. A principal meta é a de aprofundar o estudo do turismo em Portugal (suportado em grande parte por exemplos de sucesso internacionais) nas áreas de estratégia, marketing de produtos turísticos, oportunidades de investimento, impactos ambientais, turismo sustentável, envolvimento das comunidades locais e fomento de parcerias público-privadas.

In TomarOnline

novembro 18, 2004

Quanto vale uma vida?




Ou será melhor perguntar, para que vale uma vida?

Segundo as notícias avançadas pela comunicação social, a Endemol, produtora televisiva conhecida sobretudo pelos reality shows que tem desenvolvido na Europa, prepara-se para avançar com um “Big Brother Vitalício”, no qual os concorrentes estarão sujeitos a passar o resto da sua vida num ambiente fictício, criado pela direcção do programa, repito, até ao fim dos seus dias. Provavelmente sem notícias do exterior, sem saberem o que se passa no Planeta Terra que os acolheu, com uma exposição permanente da sua vida privada.
Será que conseguem arranjar candidatos? Uma exposição permanente destas, não poderá levar à loucura?
E se arranjarem candidatos, qual a razão de ser dessas pessoas?

Pergunto-me a mim própria até que ponto não deveriam existir regulamentos para proibirem este tipo de barbaridades.
Sim porque se fumas és um atrasado, se passas um risco contínuo numa recta alentejana de 5 kms, sem carros à vista num raio de 1000 m, pagas uma multa, mas se estás interessado em enclausurar alguém, mesmo que seja de livre vontade, para tirares daí lucro, batem-te palmas, e provavelmente até recebes um prémio.

Qual será o maluco transtornado que estará disposto a viver, de livre vontade, o resto da sua vida enclausurado, sem privacidade, com o único objectivo de viver para as audiências e para uma hipotética popularidade da qual nunca vai usufruir.

Bom, não li o regulamento, mas penso que poderão desistir, ou poderão mesmo fazer trinta por uma linha para que o público os expulse, mas tirando estas duas hipóteses, o programa poderia chamar-se Alcatraz.

Hipocrisias



Uma "liberdade" escolhida


Nunca considerei o tabaco como uma droga, embora haja quem o intitule assim. Será uma droga porque cria hábito e dependência física. Sim, mas prejudica apenas aquele que o consome e que o faz em plena consciência de que o está fazendo, prejudicando a sua própria saúde, não provocando efeitos "colaterais", como as drogas ou o álcool provocam.

Pelo que tenho lido nestes útlimos dias e fazendo jus ao dia mundial do não fumador - anteontem - o Governo avançou com as novas directivas respeitantes ao consumo do tabaco, as quais acho mesmo que fazem parte da evolução da saúde da própria sociedade, pese embora que esta deveria ser uma evolução pessoal e não obrigatória.

Temos então que em meados do próximo ano será proíbido fumar em locais públicos fechados e quanto a isso acho que não haverá problema de fiscalização. Será apenas mais um dos regulamentos a cumprir no que toca a regras de higiene e segurança. Mas pelo que li, e normalmente acredito naquilo que leio, não será proíbido fumar no local de trabalho desde que este tenha um bom sistema de ventilação, ou coisa que o valha. Então e aqui como é que vai funcionar a fiscalização? Deixa-se ao critério do empregador? Lá voltamos nós ao lema de George Orwell de que somos todos iguais, mas uns são mais iguais do que os outros. Porque não acredito que o governo esteja a pensar criar uma brigada de fiscalização que percorra o país inteiro, visitando todos os locais de produção, com vista a controlar a aplicação da lei.

Se querem que assim seja e que a lei seja cumprida então talvez valesse mais a pena fazer como o Butão, proíbirem completamente a venda do tabaco!

Hipocrisia, mas não tanto. Até porque o tabaco é uma boa fonte de rendimento para os cofres do Estado.

Ou seja vamos apenas ser mais um Estado, que quer (aparentemente) dar um ar de moderno e evoluído, quando todos sabemos, que é, precisamente o contrário.
Quando todos sabemos que falta muito caminho a percorrer até nos termos de preocupar com estes pormenores éticos.
Quando todos sabemos que num país à beira do abismo resta-nos apenas este infímo prazer que é o de acender um cigarro e por breves minutos esquecer.

Não esquecendo, no entanto, de que estamos a falar de uma obrigação e não de uma consciencialização colectiva, o que nos leva a supor que está a ser quebrado um dos direitos da cidadania: o direito à diferença, ou se quiserem, o direito da não exclusão.

novembro 17, 2004

Filmes em 30 segundos




Um site super engraçado a visitar. Veja Aliens, Shark, Titanic, Exorcist entre outros, em 30 segundos, interpretados pelos melhores actoroedores.

;-)

novembro 15, 2004

Ah! É verdade...


Acho que já tinha referido num post anterior, mas para reforçar a ideia aqui vai:

O SPORTING GANHOU!!!!

REESCREVER A PAISAGEM- (RE)CONSTRUIR DO "NADA"


Um artigo a não perder, no Templário! Autoria da Professora Salete da Ponte.

Cuecas de gente mais ou menos famosa...


Está na moda. Os reality shows com pessoas supostamente famosas está de facto na moda, senão o que é isto?

"Cuecas da cantora Simara, da estilista Ana Salazar, do músico Pedro Abrunhosa ou do futebolista Cristiano Ronaldo vão estar expostas a partir de domingo no Porto, numa iniciativa do Espaço T, que promove a inserção de pessoas em situação marginal." In RTP

O objectivo principal até pode ser bom, e ter um fim filosófico ("Queremos mostrar, metaforicamente, o objecto que esconde o trabalho a que o Espaço T se dedica, ou seja, a intimidade do indivíduo, o seu interior, a sua auto-estima", no mesmo artigo) , mas cuecas??

Será que existe neste país alguém de facto tão fã de Simara que queira comprar umas cuecas da mesma? (coisa nada prática, porque implica aquisição extra de mobiliário para as armazenar - ok, estou a ser mázinha)

E do Malato? Mas quem é que quer umas cuecas do Carlos Malato?

Será que li bem? Será que o objecto para venda está escrito com quê de nove? Não, aqui já entrávamos na prostituição, é ilegal, e também dúvido que as vendas tivessem sucesso.

Ok, admito, o mundo está perdido!!!

Smile!




Adoro estes dias de Sol de Inverno, em que o mesmo nos ilude e nos dá aquela energia própria do Verão. Sinto-me mais leve, mais alegre.
Não fossem as raízes que me prendem a este miserável país, que apesar de tudo amo, já há muito que teria levantado âncora e mudado para outro território onde o Sol nos brinda o ano inteiro.
Não fosse o frio que acompanha o nosso Sol de Inverno, quase que poderíamos pensar que estamos perto do Equador, numa zona tropical, onde a música tem sempre um timbre jubiloso, as faces um tom trigueiro e os dias são mais curtos e mais intensos.

E depois, o Sporting ganhou, a retoma começou, o congresso do PSD acabou, tenho férias marcadas e falta apenas um mês para o Natal.


Só boas razões para estar de bem com a vida!

novembro 12, 2004

Serviço Público

Para quem gosta de viajar, mas nem sempre tem os meios económicos necessários, deixo aqui os links para algumas das companhias de aviação low-fare, nas quais podem adquirir (com a devida antecedência, claro) bilhetes de avião a preços impensáveis:

EasyJet
Ryanair
Firstchoice
Virgin Express
Sterling

Boa viagem!

PS: Mandem postais!

Joke...




Um sádico, um masoquista, um assassino, um necrófilo, um zoófilo e um
pirómano estão sentados num banco de jardim, sem saber como ocupar o tempo.

Diz o zoófilo: "Vamos apanhar um gato!"

Diz o sádico: "Vamos apanhar um gato e torturá-lo!"

Diz o assassino: "Vamos apanhar um gato, torturá-lo e matá-lo!"

Diz o necrófilo: "Vamos apanhar um gato, torturá-lo, matá-lo e violá-lo!"

Diz o pirómano: "Vamos apanhar um gato, torturá-lo, matá-lo, violá-lo e atear-lhe fogo!"

Diz o masoquista: "Miau!"

novembro 09, 2004

Foi há 15 anos


Em 9 de novembro de 1989, as autoridades comunistas da Alemanha Oriental informaram aos moradores que o acesso ao outro lado da cidade estava liberado. Foi o começo do fim do Muro de Berlim, facto que representou dois importantes marcos: a reunificação alemã e o fim da guerra fria.

Web Photo Exhibition - O Muro de Berlim




novembro 03, 2004

Eleições americanas




Pois, parece que teremos de o comer e sem emBUSHar!


Seja como for, acho que isto não ia mudar, nem que fosse para comer com uma pitada de Heinz!


outubro 29, 2004

Incoerência ou política?




Há dois anos atrás Miguel Relvas era o Presidente da Região de Turismo dos Templários.

Sempre fui muito crítica em relação a estas nomeações, na sua maioria políticas e nunca tendo como base a formação da pessoa que se propunha para ocupar o lugar.

Sempre fui muito crítica também em relação à existência das Regiões de Turismo, orgãos administrativos pesados, com poucos recursos, muitas despesas e pouca acção. Na sua maioria sem planos reais de intervenção ou de ordenamento turístico.

Miguel Relvas foi o próprio a afirmar que quase metade do orçamento da RTTemplários era para despesas correntes, de onde se pode apurar que pouco sobrava para alguma acção que se quisesse levar a cabo.

No passado dia 25 de Outubro, duas nomeações depois, Miguel Relvas ex-Secretário de Estado da Administração Local hoje secretário geral do PSD, e enquanto Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Comunidade Urbana do Médio Tejo afirmou que "Regiões de Turismo já não fazem sentido".

Concordo perfeitamente! E ainda bem que ele chegou a essa conclusão.
A questão é a seguinte: será que fariam sentido há dois anos atrás quando ele aceitou o cargo?

Podemos até concluir que foi da experiência que teve à frente da Região de Turismo que se apercebeu das lacunas existentes nestas organizações nacionais de turismo. Mas será que é preciso os políticos ocuparem os cargos para se aperceberem do que vai mal neste país?

Então os Ministros e Secretários de Estado terão de começar a "estagiar" nas diversas instituições públicas para tomarem conhecimento do que há a mudar?

Não há comunicação? Não há relatórios? Não há informação?

Então como é que se governa este país? Ás cegas? Ás apalpadelas?

Expliquem-me por favor!

outubro 28, 2004

II Ciclo de Conferências do Convento






Os Sete Montes de Tomar: A Regeneração da Cerca do Convento de Cristo, é o título da conferência proferida por Álvaro Barbosa, hoje, quinta-feira, 28 de Outubro, no Convento de Cristo pelas 18 horas, com entrada livre, integrada no II Ciclo de Conferências do Convento.

Este é um tema que me interessa em especial e que já teve o merecido destaque
aqui
.

outubro 27, 2004

BLOGOPUB


Comunicar a Direito é o último blogue que linkei ali à direita, na Blogosfera. Este blogue tem como "sede" a Escola Superior de Tecnologia de Abrantes e foi criado com os seguintes objectivos:

"...associar os estudantes de Comunicação Social da ESTA a um dos fenómenos de comunicação mais recentes e que já hoje representa lugar de consulta e de referência da comunicação social institucional, que são os blogues.

...proporcionar aos estudantes um local onde a qualquer momento podem encontrar as informações necessárias acerca das duas disciplinas...

...ensaiar um novo método de avaliação, inserido na avaliação contínua, e que consiste na publicação pelos alunos de entradas sobre temas do programa e da actualidade informativa, as quais serão objecto de classificação."


Assim ao aspecto lúdico e informativo, junta-se também o aspecto instrutivo que um blogue pode ter.

A iniciativa é de louvar, bem como o seu mentor, Jorge Ferreira, docente das cadeiras de Introdução ao Direito e Direito da Comunicação Social, também conhecido na blogosfera pelo seu Tomarpartido.


Visitem-no e deixem lá o vosso comentário!

outubro 26, 2004

Preparem-se...

...elas estão a chegar...




Confesso que as frases desencorajadoras não me atingem. Que FUMAR MATA, já toda a gente sabe.
No entanto já estive num país onde o lema são as fotos e devo dizer que me impressionaram. Não deixei de fumar por causa disso, mas repugnava-me ver imagens de crianças doentes, de pessoas internadas com ar de defuntos. Sentia a consciência pesada, sentia o peso de cada cigarro, de cada inalação. Senti-me marginal.

Se nos anos 70 o cigarro era sinónimo de liberdade, de independência, de emancipação, hoje em dia cada vez mais é sinónimo de atraso, de doença, de estupidez.

Mas é um vicio e como todos os vicios dá prazer. Por isso assumo-me atrasada, doente e estúpida e continuarei a fumar os meus 5 cigarritos por dia.

Brevemente, as imagens chegarão também a Portugal.
Será a solução?


outubro 18, 2004

Estatísticas quentinhas




PS: Só é pena Portugal não estar representado, mas acho que a razão é meramente diplomática. Para quê ter que envergonhar 41 países?? Não há necessidade! ;-)

Um cómico





Mas porque é que ele anda tão nervoso??
Andará com problemas de consciência? Ou andará a preparar-se para a derrota anunciada dos que apoia?
Já é pelo menos o segundo ou terceiro artigo que leio deste autor sobre o mesmo tema.
Será que se sente ameaçado?


Vindo mesmo a propósito, deixo-vos aqui um post que "roubei" ao Gato Fedorento (é só rir):

ENTREVISTA DE EMPREGO:

- Sente-se, por favor. Está confortável? Óptimo. Vamos à primeira pergunta: o que acha de Pedro Santana Lopes?
- Bom, acho que é um político muito consistente, que provou ter projectos bem definidos nos cargos que ocupou ao longo da sua carreira, toda ela construída em redor de causas bem palpáveis e humanistas. Sobretudo, é um homem que não se deixa influenciar pelas sondagens e que leva sempre até ao fim aquilo a que se propõe.
- E o que pensa sobre o seu governo?
- Penso que é um governo que foi feito com bastante ponderação. As pastas foram distribuídas por pessoas que conhecem bem as respectivas matérias, mas que, ao mesmo tempo, não têm interesses específicos em dossiers decisivos, para que não se levantassem suspeitas sobre a sua honestidade.
- Só mais uma questão: acha que o défice vai descer, nos próximos dois anos?
- Tenho a certeza. Afinal de contas, Santana Lopes, por onde passou, demonstrou sempre um grande rigor orçamental.
- Excelente. Muitos parabéns. É você que vai fazer as férias do Luís Delgado no DN, no Diário Digital e na SIC Notícias. Começa a trabalhar dia 2, segunda-feira.

Assim vai o ensino em Portugal...


Não podem deixar de ler esta notícia do DN.
Para além da parte dramática que nos dá conta de como funcionam as instituições deste miserável País que é o nosso, apreciem, sobretudo, a parte cómica do mesmo, ou seja, como é que se dá uma lição a um Reitor.

PS: É deveras lamentável que as instituições de ensino do nosso País continuem a penalizar os docentes que apostam na sua formação em vez de os apoiarem, que continuem a dar mais valor à quantidade que à qualidade, penalizando, assim também, a qualidade do ensino em Portugal.



outubro 14, 2004

Manuel, Bábá e bébé em Tomar?




De há uns anos para cá parece que passou a ser moda, figuras de destaque nacional concorrerem nas autárquicas, sendo este quase um degrau obrigatório na ascensão política.

Não sei se será a melhor opção, não sei se será isso o melhor para as províncias do interior, que há custa da fama de uns entrarão pelas televisões dentro ou apenas pelas revistas mais rosas.
Na minha opinião o seu a seu dono, ou seja que entrem pelas televisões dentro mas pelo mérito que possam ter.

Há pouco tempo atrás, estive na Figueira da Foz. Era de noite, confesso que não me apercebi bem da obra de Santana, no entanto, perguntei a um amigo, que por motivos profissionais, aí reside há já alguns anos, o que achava da passagem do nosso actual PM pela cidade balnear.
Não sei se por convicções políticas diferentes, se por certezas profundas, esse meu amigo respondeu que fora as rotundas, tão amadas pelos nossos autarcas, e fora um ou outro esporádico acontecimento, Santana foi mais show do que prática.
Certo é que a Figueira apareceu de súbito no “mapa das celebridades”.
Mas fora as tarefas diárias, próprias de qualquer Câmara, a produção, pelos vistos deu só para os gastos e pouco se fez para incrementar a horta.

Segundo o TomarOnline, jornal electrónico tomarense, o PS estaria a ponderar a hipótese de convidar Manuel Maria Carrilho para aceitar o desafio de concorrer à Câmara de Tomar nas próximas autárquicas.
Helena Roseta foi outro dos nomes falados, embora internamente não tenha recolhido os apoios necessários, sendo argumentado que “uma mulher em Tomar, não terá condições para ganhar a Câmara” (não sei porquê, mas bom, adiante!).
Portanto o senhor que se segue, no que toca à candidatura socialista, será Carrilho, caso este aceite o convite.

Carrilho que desde há uns anos tem demonstrado a sua “disponibilidade” (como gostam diplomaticamente os políticos de chamar ao desejo, à vontade) de concorrer por Lisboa, viu, decididamente, essa via cortada com a eleição de Sócrates como líder do partido, uma vez que este, é certo e sabido, não o irá apoiar, optando por nomes mais fortes como António Costa.

Resta a Carrilho optar pela estratégia Santanista: Brilhar à custa de uma província do interior, e depois, quem sabe catapultar-se das muralhas do Castelo dos Templários até ao Castelo de São Jorge.

Nisto de autárquicas, sou sincera, não olho muito a partidos, mas sim a pessoas. Gosto de votar no homem e não tanto na ideologia. Porque nas autarquias a ideologia, simplesmente, não se aplica. Nas autarquias é preciso trabalho de braços, é preciso garra, é preciso lidar com a pressão da população que está sempre “demasiado” próxima (e ainda bem) do Presidente, é preciso meter a mão na massa se for preciso, e é preciso, sobretudo, amar a terra que se está liderar, identificar-se com ela.

Se o único propósito de Carrilho for brilhar, depende então de onde ele quer retirar o brilho.
Se for da obra feita, que passará a ser anunciada nos jornais, será bom para todos nós.
Se for da social life, que passará nas revistas cor-de-rosa , será mau para todos nós.

Não estou interessada em ver Carrilho sentado no braço de uma poltrona, emoldurando a sua Bábá e o seu bebé, com o Convento de Cristo como pano de fundo. Isso trará apenas curiosos a Tomar.
Estou mais interessada em vê-lo ao volante do seu automóvel presidencial a percorrer a IC3 ou a IC9 acabada, em direcção a Tomar. Isso trará investidores a Tomar.


Provavelmente, tudo não passa de um boato, mas quem não gosta de um bom mexerico?

E também há sempre a outra hipótese. A de que ele aceite o desafio e perca!

outubro 13, 2004

PING PONG




Há um mês atrás o Ministro das Finanças de um certo País, em frente às camaras, com grande pompa e circunstância, apresentou um quadro negro para a economia nacional.

Há três dias atrás o Primeiro Ministro de um certo País, em frente às camaras, com grande pompa e circunstância, apresentou um quadro cor-de-rosa para a economia nacional.

Ontem o Primeiro Ministro de um certo País, em frente às camaras, afirmou que o cor-de-rosa só passará a cor de moda, caso o crescimento económico previsto se confirmar.

E tudo isto em português de Portugal!





outubro 11, 2004

JERICOACOARA 2003


Faz quase um ano que estive no Paraíso e em alturas de depressão nada melhor do que recordá-lo.

Jeri, que saudades...


Palavras para quê? Uma imagem não vale mil palavras?
Fiquem aqui com alguns milhares...
E mais umas dezenas que eu alinhei (poema).

Aquela terra distante
Onde um dia o poeta poisou,
Deu-lhe tal alento
Que por ela se apaixonou.

Deus existe! Está aqui!




O céu inspiração
A terra revelação
O mar iluminação
As gentes musas.

Deus existe! Está aqui!




Naquela terra de calma,
Onde o tempo escorre devagar
O poeta deparou-se com a alma
Que pensava não mais encontrar.




Deu asas à sua pena,
Preencheu as folhas brancas
Fez mil e um poemas
E outras tantas prosas.

Deus existe! Está aqui!




São terras de além mar,
Terras que dão alento
Para continuar a amar
Até o nosso sofrimento.




São terras de beleza,
Terras que fazem esquecer,
Que amar a sua tristeza
É tudo o que o poeta quer ter.
















LINDO!!!!

setembro 28, 2004

Por Toutatis!!!


É já amanhã que o céu nos poderá cair na cabeça!



Asteróide Toutatis

Veja mais aqui.